O programa de feiras da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), órgão vinculado à Secretaria de Produção Rural do Amazonas, deu início ao recadastramento de todos os participantes das feiras de produtos regionais em Manaus. Produtores da agricultura familiar e microempreendedores das áreas de gastronomia e produtos artesanais devem procurar a gerência da feira da qual participam. A ação segue até a segunda quinzena de fevereiro.

A atividade visa a renovação do cadastro, com atualização das informações que constam na ADS para acompanhamento da produtividade e comercialização local. Segundo o chefe do departamento de feiras da ADS, Tomás Sanches, o processo de recadastramento é importante para manter o padrão de qualidade das feiras realizadas pela agência. “Por meio desses dados, conseguimos avaliar quem de fato está apto a participar do programa e, assim, garantir mais segurança aos consumidores sobre a origem dos produtos ofertados”, ressalta.

 

 

O recadastramento está sendo realizado durante as feiras da ADS que acontecem semanalmente nos seguintes endereços: Sumaúma Park Shopping (Terça-feira, das 16h às 20h); Manaus Plaza Shopping (Terça e Quinta-feira, das 16h às 20h); Shopping Ponta Negra (Quarta-feira, das 16h às 20h e aos Sábados, das 05h às 11h30); INCRA (Quinta-feira, das 16h às 19h); CASSAM Clube Militar (Aos sábados, das 05h às 12h); Frigorífico Vitello Cidade Nova (Sábados, das 05h às 12h); e Comando da Polícia Militar (Sábado, das 05h às 12h).

Feiras de Produtos Regionais

Atualmente a ADS realiza 22 feiras no Amazonas, sendo nove na capital e 13 no interior. As feiras vêm crescendo, com ela, resultados favoráveis se destacam ao longo dos anos. Em 10 anos de existência, cerca de 2.393 famílias do Estado já foram beneficiadas com o programa, gerando 94.332.306,88 milhões de recursos movimentados. Ao todo foram comercializados 29.671.686,47 kg de produtos. Os municípios atendidos com o programa de feiras, são: Manaus, Beruri, Boa Vista do Ramos, Careiro Castanho, Humaitá, Lábrea, Manacapuru, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Rio Preto da Eva, Silves, Tefé e Tonantins.

 

 

Para o recadastramento são necessários os seguintes documentos:

PRODUTOR RURAL/ECONOMIA SOLIDÁRIA

  • RG e CPF;
    • COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA
    • CARTEIRA DE PRODUTOR PRIMÁRIO EMITIDA PELA SEFAZ/IDAM;
    • CARTEIRA DE ARTESÃO EMITIDA PELO MINISTÉRIO DO TRABALHO;
    • DECLARAÇÃO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA EMITIDA PELA SETRAB;
    • NÚMERO DO REGISTRO CAR;
    • NÚMERO DA DAP (SE HOUVER)
    • CNPJ DA EMPRESA (SE HOUVER)

REPRESENTANTE:

  • ALÉM DOS DOCUMENTOS ACIMA;
    • RG DO RESPONSÁVEL LEGAL QUE ATUARÁ NA FEIRA;
    • CPF DO RESPONSÁVEL LEGAL QUE ATUARÁ NA FEIRA;

 

Com informações da assessoria de comunicação da ADS