Dando sequência à programação de cursos aplicados via Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), o Sistema Sepror (ADS, Adaf, Idam, Sepa e Seapaf) em parceria com o Mistério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) iniciou nesta quinta-feira uma nova etapa de cursos de capacitação, desta vez direcionado para técnicos, produtores, batedores e universitários dos municípios de Atalaia do Norte, Beruri, Codajás, Envira, Humaitá, Iranduba, Manacapuru, Nova Olinda do Norte, Tabatinga, Tefé.

Intitulado, “Boas Práticas de Fabricação do Açaí’’, o treinamento terá carga horária total de 4h, sendo que as aulas serão transmitidas durante duas quartas de maio (21 e 28), das 9h às 11h, com os municípios do Amazonas simultaneamente conectados via Cemeam localizado na Avenida Waldomiro Lustoza, Japiim, zona Sul de Manaus.

Ministrada pelo engenheiro florestal do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam), Luiz Rocha, o curso visa ampliar o número de agentes multiplicadores de conhecimento, nas comunidades do interior do Estado.

“Depois que se capacitar, poderão repassar o conhecimento em seu município. Quem quiser assistir ao curso, ele é ofertado de maneira ampla, com o principal objetivo de orientar os produtores sobre os problemas causados pela contaminação do açaí pelo Barbeiro e não apenas o Barbeiro, mas por outros fatores’’, afirma o engenheiro

Participantes

Além do engenheiro florestal Luiz Rocha (Idam), formaram a turma de orientadores, a engenheira de alimentos Sergimara Araújo e a auditora fiscal federal Agropecuária, Ana Fabiola Coelho, (Mapa)

Açaí

O açaí, considerado um superalimento, possui grande quantidade de cálcio e ferro, além de ser uma excelente fonte de fibras, proteínas, lipídios e vitaminas. Fruto da açaizeira, palmeira que cresce na região Amazônica, com cores de violeta escuro ou negro, é visto como alimento e uma das fontes mais ricas de antioxidantes, sendo muito utilizado para fazer bebidas, geleias, doces e sorvetes.

Assessoria Sistema Sepror