Representantes da Cooperativa Mereré, do município Nova Olinda do Norte, apresentaram projeto e solicitação de apoio financeiro, para a construção de três viveiros, necessários para a criação e desenvolvimento de mudas. A formalização foi feita na tarde do dia seis de julho, quinta-feira, na Sepror.  No total o valor para a execução do projeto, para os três espaços, é de R$ 25 mil . “Temos todas as possibilidades técnicas para assessorar.  Essa cooperativa já veio com o projeto pronto, todo detalhado e isso ajuda muito. Mas como a solicitação é financeira, precisamos  uma analise para encontrar a maneira de apoiar essa e todas as demais cooperativas que nos procurarem porque nossa maior capacidade é técnica”, explica Dedei Lobo, secretário Estadual de Produção. Entre as mudas a serem produzidas estão  a Andiroba, Piquiá, Itaúba, Ipê, Jatobá, os 24 tipos de Louro e o famoso Pau Rosa. Entre as espécies frutíferas o cupuaçu sem caroço, guaraná, açaí Chumbinho, Cacau e a Banana FIA-21, desenvolvida pela Embrapa e resistente às pragas que atacam a espécie.  Também estavam presentes na reunião o diretor presidente da ADAF - Agencia de Defesa Agropecuária e Florestal e o diretor Técnico do Idam – Instituto de desenvolvimento Agropecuário e Florestal, Malvino Salvador. “O projeto do viveiro de mudas nos trouxe uma grande surpresa, pois a maioria dos nossos produtores investem na produção de alimentos. Acreditamos na possibilidade de êxito e vamos nos esforçar pra ajudar”, concluiu Dedei. Nova Olinda do Norte é um município localizado ao sul de Manaus e que ficou conhecido internacionalmente na década de 1955, quando foram descobertas jazidas de petróleo no entorno da cidade.  Isso gerou um grande alvoroço econômico, tendo inclusive dois presidentes da republica (Café Filho e Juscelino Kubitschek), ido visitar a cidade. Posteriormente descobriu-se que o petróleo lá existente tinha pouco valor comercial, o que gerou muitos prejuízos a quem tinha investido na cidade. Atualmente , a cidade que tem 36 mil habitantes, tem na agropecuária a sua principal fonte econômica.