Foto: Djalma Jr/ Asscom

A logística de escoamento e a produção rural de 27 famílias da comunidade Monte Sinai do Curuçá no município de Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus em linha reta) devem melhorar neste ano com a entrega de um caminhão-baú com capacidade de 1,8 toneladas para a Associação dos Produtores Rurais Unidos do município de Itacoatiara (Asproita). O benefício foi entregue nesta quinta-feira (1º/03) pela presidente de honra do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Mônica Mendes, pelo Secretário de Estado da Produção Rural, José Aparecido dos Santos e pelo presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Luiz do Herval.

Com o caminhão, os produtores pretendem aumentar em 30% a produção de mandioca e fruticultura (melancia, abacaxi e banana). O transporte faz parte do Termo de Fomento firmado entre a Asproita e o FPS do Governo do Amazonas, no valor de R$ 96,8 mil.

Segundo o presidente da Asproita, Anatolio Araújo, o veículo vai reduzir os problemas logísticos. “Esse presente vai ajudar muito os nossos ganhos. Espero que melhore e cresça. Antes demorava muito porque dependíamos de barcos para escoar a produção. Agora tanto na várzea quanto na cheia podemos utilizar da melhor forma esse transporte porque acreditamos num volume de crescimento bem melhor para este ano, como algo de 30% para nossa renda e nas produções”.

Fot: Djalma Jr

A presidente do FPS, Mônica Mendes, ressaltou que ainda neste mês de março haverá novas entregas. “O governador Amazonino Mendes nos deu essa missão de colaborar para o desenvolvimento do nosso Estado. E o setor primário é um desses segmentos que possui uma atenção em nosso trabalho. Neste mês, ainda temos novas entregas em pelo menos cinco municípios onde outras associações foram beneficiadas com implementos, transportes e materiais que darão suporte em seus trabalhos na agricultura familiar”.

Expansão – Conforme dados do Idam de Itacoatiara, o município possui 327 comunidades rurais, tendo a fruticultura como principal cultura agrícola. A produção de abacaxi chega a ocupar três mil hectares de terras cultiváveis e a projeção, para este ano, é que chegue a produção de 80 milhões de frutos. O cultivo de mandioca chega a ser feito em 4 mil hectares de terra. A piscicultura e a pecuária apresentam também pleno crescimento na região.

Apoio Técnico – O Idam, órgão integrante do Sistema Sepror, além de oferecer a assistência técnica e extensão rural, é responsável por fazer o acompanhamento técnico do usufruto dos equipamentos e veículos entregues pelo FPS aos produtores e associações.

Esta entrega faz parte dos contemplados pelo terceiro edital do Fundo, que vai até o fim do mês. Os próximos municípios a receber os implementos e veículos são: Lábrea (07), Codajás (09), Borba (15) e Manicoré (16).

Com informações: Secom