Sepror entrega casas populares a agricultores familiares de Autazes - SEPROR - Secretaria de Produção Rural do Amazonas

Sepror entrega casas populares a agricultores familiares de Autazes

18/07/2013
CASAS MIRITI RIO PRETO.Photos Luzimar Bessa (198)

Casa Popular Rural entregue na Comunidade do Miriti, em Rio Preto da Eva.

A Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) entrega nesta sexta-feira (19) casas populares para 22 famílias de agricultores do município de Autazes (distante 113 km de Manaus). A solenidade de entrega será no Centro Social Cultural de Autazes.

Em 2012, inicialmente 22 famílias de agricultores no município foram contempladas com a Casa Popular da Sepror. Com as 22 novas moradias que serão entregues amanhã (19) cresce para 44 o número de famílias contempladas em Autazes com o Projeto Casa Popular Rural.

Segundo o Secretário de Produção Rural, Eron Bezerra, as moradias oferecem dignidade aos trabalhadores do campo. “Muitas dessas pessoas moram em casas de barro e de palha, sem nenhum conforto ou mesmo um banheiro. A proposta do Governo é resgatar a dignidade dessas pessoas”, ressaltou.

Recursos

Viabilizadas com recursos de convênio com o Ministério das Cidades, através do Programa Minha Casa Minha Vida, as moradias em madeira fazem parte do projeto Casa Popular Rural, criado em 2009 pela Sepror, dentro do Programa Sociocultural.

As casas, compostas de sala, quarto, cozinha, banheiro e varanda, são entregues e registradas no nome da mulher para evitar que, em caso de separação, a mulher e os filhos fiquem desamparados. “Se o homem pensar em abandonar a família ele está ciente de que não vai ter onde morar. A Sepror também contribui para manter a família unida”, alerta e brinca o Secretário Eron.

Casa Popular Rural

Em 2013, já foram construídas 111 casas em vários municípios do Amazonas como em Borba, Manicoré, Novo Aripuanã, Nova Olinda do Norte, Manacapuru, Rio Preto da Eva, Tefé e outros. O Projeto teve início em 2009 e desde então já foram construídas 1.976 casas.

Para ser beneficiada a família não pode ter renda superior a um salário mínimo e deve morar em zona Rural. Os contemplados com a Casa Popular Rural não precisa pagar nada pelo imóvel.

SP DE OLIVENÇA.photos Jimmychristian (282)

Casa Popular Rural entregue em São Paulo de Olivença.

Fonte: Sepror

Deixe uma resposta

© SEPROR - Secretaria da Produção Rural do Estado do Amazonas. Todos os direitos reservados