Entrega de alevinos em Manaus

Aproximadamente 70 mil alevinos de tambaqui foram entregues a 40 piscicultores familiares da capital amazonense e da Região Metropolitana de Manaus (RMM) na manhã quinta-feira (01). A entrega foi feita pela Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), por intermédio da Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura (Sepa) na unidade do Instituto de Desenvolvimento Agropecuario e Florestal do Amazonas (Idam), na BR-174, no Tarumã, zona Rural de Manaus.

De acordo com o coordenador do Centro de Tecnologia e Treinamento de Produção Aquícola do Estado do Amazonas (CTPA), engenheiro de pesca Renilton Solarth, a distribuição dos alevinos faz parte do programa de incentivo a piscicultura familiar promovida pelo governo do Estado. “Desses 70 mil alevinos, contemplamos Rio Preto da Eva com 30 mil e outros 40 mil foram distribuídos para os produtores de Manaus e arredores. Com a ajuda do Idam e da Sepa, selecionamos os produtores, acompanhamos a área, verificamos se ela está apta para a produção e doamos os alevinos com 30 dias, quando eles já estão prontos para se alimentarem e engordarem e assim chegarem à mesa do consumidor.”, explicou.

 

Foto: Djalma Jr

Meta
Renilton adiantou que o governo do Amazonas está intensificando as ações de incentivo a piscicultura com a finalidade de superar a produção dos estados vizinhos, como por exemplo, Acre, Rondônia e Roraima. “Aproximadamente 40 mil toneladas de pescado são oriundas de outros estados, e isso, o governador Amazonino Mendes quer que acabe.

O secretário José Aparecido já determinou que se intensifique o apoio técnico e aos piscicultores. Atualmente a Sepror está revitalizando os tanques que estavam parados. Muita gente queria produzir, mas não tinha condições por que os tanques estavam parados. Estamos com projeto de reaproveitando das águas públicas da hidrelétrica de Balbina, para a implantação de tanques-redes naquela área e atender os produtores da região. A tendência do Amazonas é abastecer o mercado local, exportar para os Estados próximos e para outros países. Nós temos água suficiente e também temos o maior laboratório de distribuição de alevinos do pais. A tendência é só crescer.”, prospectou.

Incentivo estadual
Quem pensa em atuar na piscicultura e não sabe por onde começar, Renilton Solarth explica que o primeiro passo é procurar uma das unidades do Idam na capital ou no interior do Estado ou seguir direto para a sede do Sistema Sepror.

A sede do Sistema Sepror está situada na Avenida Carlos Drummond de Andrade, nº 1.460, Bloco “G”, 3º Andar ULBRA Conj. Atílio Andreazza, bairro Japiim, zona Sul.